domingo, 28 de dezembro de 2014

Personalidade de Aset

Tirinha do Dylan que mostra um pouquinho de como Aset faz de vez em quando...


terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Testemunho de um devoto!

Um dia desses eu estava conversando com o Gabriel e ele me contou um pouco da sua experiência com Aset. Tenho percebido alguns pontos em comum entre as pessoas que têm um contato profundo com a Deusa. Achei que seria bacana começar a postar esses contatos por aqui.

Começamos então com o testemunho do Gabriel:


Eu sempre procurei um apoio emocional em outras pessoas. Desde pequeno nunca tive amigos que quisessem algo mais que respostas pra provas ou fazer piadas nas minhas costas. Meus pais são separados e sempre tive dificuldade de me abrir com os meus familiares.

Eu me tornei frágil emocionalmente, e isso me impedia de muitas coisas, era inseguro, tinha medo das pessoas. Mas mesmo assim continuei com a ideia de me apoiar em alguém. 

Quando eu me interessei com onze anos por magia, foi um refúgio , foi meu meio de sair daquilo, por mais que eu viajasse na maionese muitas vezes preferia fugir nas minhas mentiras. Muito tempo depois, mais ou menos uns três anos comecei a me interessar pelos Deuses, e levar a sério o que eu via como minhas crenças, me aproximei da Wicca. Tive dificuldades de meditação, e decidi ouvir a gravação de meditação da Naelyan. Foi incrível. Pela primeira vez estava ali, uma divindade na minha frente, era Aset a Grande Rainha que tempo depois pude passar a chamar de "mãe".

Tentei várias vezes, várias vezes mesmo, mas nunca conseguia falar com Ela, certas vezes ficava frustrado, finalmente consegui chegar perto e antes de sair do alfa falei no vazio da minha mente"Por quê não consigo?""Por quê é tão difícil?" e ouvi uma voz que me deixou sem graça responder"Acredite em si mesmo, acredite na sua capacidade e conseguirá".

Logo eu estava revendo Aset, orgulhoso de mim mesmo, Ela havia me mostrado que só eu podia fazer o que eu acreditava se tornar real. Depois eu fiz um feitiço para as meninas gostarem de mim. O feitiço funcionou bem, mas eu não sentia nada por elas. E acabava antes de começar. Eu questionei Aset por tantas vezes, mas a resposta estava no olhar Dela, eu só não queria aceitar. Aos poucos a resposta foi se tornando evidente, eu não me amava e esperava que algo fizesse isso por mim, aliás não foi assim que ensinam na sociedade patriarcal? Alguém te completará e serão felizes pra sempre...

Aos poucos comecei a me cuidar mais, eu me sentia mais bonito, me via como eu era. Comecei a ver que as pessoas se apoiavam nas outras, o problema era que nem um dos dois se apoiavam sozinhos e quando o peso aumentava todo mundo caia, vi razão para não me prender as pessoas e nem ser dependente, as pessoas só se machucavam, pois queriam tampar seus vazios com amores que pouco eram maduros. E foi ai que aprendi"O amor vem de dentro, o amor que vem de fora só vem a somar, mas o amor que vem de dentro faz parte de você". Aprendi sobre amor próprio. 

E certo dia em meditação perguntei a Ela"Não devo depender de ninguém?" e Ela disse de forma ríspida"Não" e eu perguntei "Nem mesmo de você?" e Ela novamente respondeu"Não". Depois disso senti sua ausência, mas não me machucava, Ela estava além de meus vazios por sua ausência, Ela me ensinara o amor próprio, e mesmo longe decidi honrar-la lutando sozinho. Problemas amorosos, familiares e dos mais variados tipos surgiram, mas eu resisti, tinha em mim a certeza que tudo iria ficar bem se em vez de eu chorar eu lutasse para que as coisas ficassem bem. 

Poucos dias depois senti novamente a essência de Aset, assim que os problemas estavam solucionados, Ela voltava e no banho me dizia"Você é seu escudo, você é sua espada", não era a primeira vez que ouvia aquilo, mas eu entendia finalmente, eu era quem podia me defender e eu era quem podia me fazer progredir, ninguém mais. Aset é muito mais do que posso dizer em vários textos, e se pudesse resumir minha jornada com Ela em uma frase seria a que Ela me deixou em seu aspecto Pelágia" Você como uma rocha ao mar, se a maré te desgasta, logo te leva, de rocha à areia, e areia o mar leva", teve tantos significados essa frase, mas o que eu mais gosto é se você se desgasta com as emoções logo se torna algo frágil que não se sustenta, seja firme em você e se fortaleça em suas fraquezas.


E vc, quer compartilhar sua experiência com Aset? Envie para aileen.daw@gmail.com e a gente posta! =)

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Isis Magic

Bom, eu disse que ia fazer algumas recomendações de livros e acabei esquecendo, né? Tenho alguns programados aqui e vamos começar pelo mais legal de todos!

Isis Magic - M. Isidora Forrest

Esse livro é básico para qualquer pessoa que queira estabelecer um culto fixo a Aset. Ele é muito, muuuito bom! 

Ele conta todo o mito de Aset, fala de cada uma de suas faces, associações, símbolos. Além disso, ele tem um processo inteirinho pra vc se consagrar à Deusa, com várias fases, várias atividades, meditações, orações, enfim! Um montão de coisas lindas.

A desvantagem é que ele só existe em inglês. Mais uma vez eu digo: vale muito a pena saber inglês pra ter acesso a um acervo gigantesco de informações sobre os Deuses e sobre Magia que não encontramos em português.

Tem ele na Amazon em duas versões (aqui e aqui). Achei nesse site o índice dele, para quem quiser dar uma olhada no que o livro aborda (também dá pra comprar por ele).

Bom, então tá aí, uma super dica de um trabalho bem lindo com Isis para uns bons anos. E uma excelente fonte de conhecimento sobre seus mitos e sua personalidade, muito mais confiável do que a maioria dos sites que encontramos por aí!


terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Palavras de Aset Vermelha - Senhora da Magia e dos Nascimentos

Continuando na vibe de me inspirar pela Deusa e escrever, essa daqui é sobre Aset Vermelha:

A Carga da Grande Mãe

Eu sou a estrela que nasce do mar. Eu sou aquela que sangra e que dá a vida. Meu é o oceano de onde tudo veio e para onde tudo vai no final da vida. Minha é a mão que protege, mas que também fere e defende se necessário. Meu é o veneno que cura ou salva. Minha é a palavra da vida, meu é o sopro divino que faz qualquer coisa crescer e se curar. Mas meu também é o útero divino e o túmulo sagrado que recebe tudo. Minha é a lança e a foice que mata quando for a hora. Nada escapa do meu alcance. Sempre sei sua hora. Meu é o princípio mais sagrado da vida e é nela que reside a Grande Magia da Vida. Pelo meu corpo fluem as energias da vida, a própria magia que compõe a existência. Quando tudo ruir, ela ainda restará, e então tudo poderá começar novamente. Porque assim é o ciclo da vida, é assim que sempre foi e sempre será.


sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Reiki de Isis (considerações finais)

Depois de escrever no blog a minha vivência em relação ao Reiki de Isis, eu fui dar uma fuçada pela internet pra ver se eu achava alguma coisa sobre isso. Já tinha feito isso antes, mas acabei me deparando com coisas que acho válidas postar também.

Bom, a chamada para esse Reiki dizia o que achei também neste blog:

"A Iniciação Sagrada Yod cria abertura do Chakra Cardíaco para a expansão do Amor Universal, Compaixão e Auto perdão. Ajuda a tecer a Ponte de Arco-íris (Anthakarana) entre a Alma e a Mônada, através do restabelecimento da conexão entre os Chakras Cardíaco, Ajna (3a Visão), Estrela da Alma e Alma.
Promover um contato direto com a Linhagem Reiki Egípcia e Atlante, resgatando parte da Energia que ficou esquecida."


No bate-papo antes da iniciação do Reiki, a pessoa que ministrou o curso estava falando sobre a abertura dos chakras e tudo mais, e eu entendi da seguinte forma:

O Reiki de Isis (que achei em outros lugares como Seichim Reiki, Sekhem Seichim Reiki e Iniciação Yod) abre os chakras de cima: cardíaco, coronário e estelar.
O Reiki Xamânico abre os chakras da terra (não sei se o básico, mas o enterrado sim). Esse eu não fiz.
Tem um monte de outros Reikis e cada um deles abre seu contato com uma egrégora diferente.


Comecei a pensar na relação disso com outros tipos de iniciação que conheço. Existe, por exemplo, a Iniciação Rúnica, em que vc se inicia em cada uma das Runas nórdicas e seu contato com elas se fortalece, sua magia passa a fluir com elas mais facilmente (tipo isso, resumidamente).

Acho que esses Reikis todos fazem similar, te abrem para aquela energia e fazem com que sua energia flua com elas. Magicamente falando, são coisas que aumentam o poder mágico e fortalecem sua Magia, pois vc passa a ter acesso a símbolos de egrégoras extremamente antigas e poderosas.

No final das contas, a energia Reiki é uma só. O que todas essas iniciações de Reiki fazem é te fornecer símbolos e egrégoras que fortalecem essa energia. Pelo menos fez sentido assim pra mim! =)

Alguns links:




quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Reiki de Isis - Parte 2 de 2

Bom, então, lá fui eu para o curso de Reiki de Isis.

Confesso que fui sem muita expectativa, não tinha ideia do que seria. Ouvi coisas legais a respeito, mas nada específico. Sabia que Reiki era um só, então estava bem curiosa pra saber o que seria da história.

Ah, sim, vale dizer que o curso foi dado em um centro espírita universalista. Tinha altar cristão, egípcio, altar pra Yiemanjá, quadro de Jesus, de Kuan-Yin e um monte de coisas. E aí, no meio de todas as coisas universalistas, um quadro me chamou atenção ao ler o nome: Serapis Bey.


Eu sei que essa imagem tá pequena, mas era exatamente ela que tava no quadro, então acho q vale mesmo assim.

Eu não conhecia esse cara, mas ele tava lá na oração da cartinha sorteada no Isis Oracle da segunda-feira. Lembro que eu fiquei até na dúvida se reproduzia a oração do jeitinho q ela tava lá, porque não tinha ideia de quem era esse moço. Durante o dia, descobri que é um mestre ascenso lá da Fraternidade Branca, voltado pra cura e tudo mais. Beleza, né, mais um sinal, acho. hehehe.

Quando tava começando, eu fiz uma breve meditação com Aset, e ela me disse uma coisa fofa. Ela disse que às vezes acho q ela é silenciosa, mas é porque ela sou eu. Quando me dou conta disso, a gente conversa melhor. Achei fofo. ^^

E no começo eu fiquei meio com um pé atrás. Durante o dia houve muito bate papo sobre o Egito, sobre a cultura e a religião, e nada foi novidade pra mim. Tanto que eu fiquei meio desanimada, me perguntando o que é que Aset queria comigo lá, já que eu sabia de tudo que a galera tava falando e tal. Aí depois do almoço comecei a participar um pouco mais com informações do que eu sabia sobre o papo. Deixei fluir do jeito que dava.




E aí chegou o momento da iniciação e, enquanto me preparava, fui conversar com Aset. Foi daquele jeito dela. Ela olhou pra mim e riu, do tipo "vc não faz ideia do por que está aqui, né?"

Pois é, Aset, não sei, mesmo. Mas vamo deixar rolar.

E no final das contas a iniciação em si foi o momento chave da coisa. É óbvio que eu não sei direito o que ela queria q eu fizesse lá. A moça incorporada (suspeito eu) disse pra mim que eu fui sacerdotisa do templo de Isis e estava resgatando meus votos, alguma coisa assim, mas oi, eu já estou me consagrando pra Aset há 7 anos (Aset há 7, heheh), então eu meio q já sabia disso, né?

Mas acabei saindo de lá super bem, me sentindo ótima e com uma sensação gigante de conhecer a moça que abriu meus chakras (que foi a minha principal dedução de por que existem tantos tipos de Reiki diferentes - cada um abre seus chakras pra alguma energia específica).

Eu tenho certeza de que esse foi mais um daqueles momentos "algo acontece e só vou entender a profundidade daqui a alguns meses", mas estou compartilhando a vivência. Foi bacana tb porque nesse meio tempo acabei tento várias ideias para posts, recuperei ideias esquecidas e vou escrever e programar os posts pra poder trazer mais coisas legais pro blog. Lembrei de fontes de referência para trazer pra quem tem interesse no Egito e sua cultura antiga e tudo mais. Então, acho que esse foi um dos pontos também!

E o outro ponto foi que duas pessoas que me ouviram compartilhar o q eu sabia acharam legal. Uma delas pegou o link para este blog e o outro vai pegar várias referências bibliográficas via e-mail.

E mais uma coisa foi ter certeza dos principais pontos nos quais quero atuar como sacerdotisa de Aset.

E então, o que mais será que Ela planejou me colocando lá naquele curso?

Quando eu descobrir, talvez eu conte... =)

domingo, 30 de novembro de 2014

Reiki de Isis - Parte 1 de 2

Bom, hoje eu vou começar a contar uma historinha que começou não muito tempo atrás. Na verdade, talvez um pouco...

Uns meses atrás eu conheci uma menina (presente de Bast pra mim, aliás) que me contou que existia esse negócio de Reiki de Isis. Mas como assim, se Reiki é só um, né? Pois é, também não sabia e fui pesquisar. O que encontrei foi que é uma iniciação que te coloca em contato, tipo te abre para as energias do Antigo Egito. Bom, eu li sobre e deixei quieto, pedi pra minha amiga me falar quando tivesse outra.

E hoje teve. E eu vou contar hoje a minha saga de sinais para que eu fosse fazer o curso.

Bom, como já contei pra vcs antes, eu estou vivenciando o Isis Oracle (do qual falei aqui). Aí, na segunda-feira, eu sorteei uma cartinha fofa que me dizia assim que eu ia entrar em contato com um processo que ia revolucionar meu sacerdócio. É claro que não eram essas as palavras, mas resumidamente era isso que queria dizer. Aí eu fiquei pensando o que poderia ser e escrevendo a oraçãozinha da carta no meu BoS. Tava com o notebook do lado por algum motivo, acho que era por causa de música. E aí chega um e-mail pra mim com o anúncio do curso do Reiki de Isis para o dia 30/11. E eu ainda estava escrevendo sobre a carta, dentro do círculo mágico.

Ok, acho que foi um sinal, né? Mas continuei refletindo se deveria ou não, até porque o curso chocava com outro evento importante. Então eu continuei fazendo o que precisava, outros rituais no círculo mágico e tal. E não lembro se foi no mesmo dia ou no dia seguinte, abri o Ask e tinha alguém me pedindo pra mandar energia de cura.

Hum... ok, o Reiki é uma energia de cura, mas eu não tinha pedido outro sinal. Então, ao ver essa msg, eu falei pra Deusa que se mais alguém me mandasse pedido de energia de cura era um sinal pra ir fazer o curso.

E no dia seguinte, alguém mandou um pedido de cura em um grupo mais fechado do qual faço parte.




Tá, mas não foi diretamente pra mim, né, sei lá, pode não ser, pensei comigo, e continuei a vida.

Aí então, na quinta-feira eu estava conversando com um amigo sobre isso, sobre minha dúvida de fazer ou não o curso e tudo mais. Ele saiu e eu abri o Ask. E a primeira resposta que aparecia na minha timeline era a Naelyan falando sobre a presença de Aset num momento dela e tal.

Bom, eu tenho como "convenção" que se interpretar que recebi três sinais, então está certo, é isso mesmo.

Ok, Deusa, entendi, vou lá fazer o curso, então.

E foi assim que eu fui descobrir o que era o tal do Reiki de Isis!

(continua no próximo post)

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Palavras de Aset Branca - Senhora das Estrelas


Oi gente!

Estou fazendo um exercício. Eu me conecto com a Deusa em suas diversas faces e escrevo a mensagem que sinto. Essa foi a primeira. Resolvi começar por ela depois de assistir ao filme Interestelar, e aí veio isso aqui:



A Carga de Isis das Estrelas

Eu sou aquela que nasce diante das estrelas. Sou o pó que tudo criou. Eu trago para cada um de vocês a faísca de esperança e de conexão com todo o Universo. Minha vida está ligada à sua. Minha paz é a sua paz. Meu Amor é o seu Amor. Tecer é o meu grande dom, pois minha teia é aquela que liga tudo a todos. Meu céu estrelado é cheio de mistérios velados, mistérios que poucos têm acesso. Mistérios que jamais serão descobertos por inteiro. Esta é a beleza da vida: sempre ter algo a buscar. Busque as estrelas, chegue mais perto, descubra mais sobre si e sempre terá algo novo a descobrir. Essa é a lei da vida, o mistério a cobre e minha Mãe, Nut, é este mistério que tudo envolve. Suas asas são as fronteiras do universo, mas oras, quem disse que há fronteiras no universo?

Eu sou tudo aquilo que está no céu e além dele. Eu sou o potencial a ser encontrado. Eu sou o segredo do tempo. Eu sou a ausência de matéria e tudo que a forma. E tudo isso também está dentro de você. Um universo completo, com atalhos e profundezas, com estrelas e abismos, pois acima é como abaixo. Descubra seu próprio universo e chegará até mim com muito mais facilidade. Descubra suas próprias estrelas e brilhe, cintilando com o prazer de mostrar seu brilho, aquele que é só seu. Aproxime-se disso, chegue à sua essência. 

Eu sou Aset, a Senhora das Estrelas. Sou aquela que tece e sou o próprio tecido. Estou dentro de você para que você teça sua própria vida.


Como eu disse é um exercício! Então acho que a conexão vai melhorando ao longo do tempo. De qualquer forma, achei uma mensagem fofa. Fica aí pra quem quiser :)

domingo, 3 de agosto de 2014

Oráculo de Aset - Ano 22 - Kemetic Orthodoxy

Todo ano, no dia Epagomenal de Aset, a Nisut posta o oráculo do próximo ano, que é inspirado pela divindade que regerá aquele ano.

Este ano, que começa hoje (03/08), será regido por... tan tan tan tan... ASET!


Segue a tradução do oráculo que eu peguei aqui:


Despertem, filhos de Netjer.
Despertem para ver o esplendor de Ra.
Despertem para sentir Shu e Tefnut.
Despertem para andar sobre Geb sob o ventre de Nut.
Despertem para o cuidado de Wesir, de Heru, de Nebt-Het.
Despertem para receber o ano que está chegando.
Despertem, ouçam, falem para o ano que é Meu.

Eu sou sábia na Fala.

Eu sou Aset, Grande em Heka, Senhora do Paraíso.
Eu sou tudo que você acha que sabe. Eu não sou nada do que você acha que sabe. Assim também será este ano.

Este é o ano que traz seu próprio Heka.
Este ano será simples como a primeira respiração. Simples como uma palavra.
Este ano será tudo, menos simples.

O discurso pode ser sábio. O discurso pode ser simples.
O discurso pode não ser sábio ou simples.

Neste ano, Meu Ano, você pode entender o que faz e o que não faz. O que diz e o que não dirá, o que é apropriado a você e o que não é.

Ele não será o que você pensa.

Ele não será simples.

Tradução: Aileen Daw

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Festival das Luzes de Aset

Eu sei que estou atrasadinha, que o festival já passou, mas tá valendo contar a experiência!

Eu já contei aqui a respeito do Isidis Navigium e tals, e o pessoal da TCS celebrou comigo na segunda-feira, dia 30/06, lá na pontinha da asa norte!

Primeiro nós chamamos Aset com uma invocação adaptada do livro The Sea Priestess, da Dion Fortune:

Eu sou a estrela que nasce do mar, do mar do crepúsculo.
Eu trago aos homens sonhos que governam seus destinos.
Eu trago as marés da lua às almas dos homens.
As marés que fluem e diminuem e fluem novamente;
Que fluem e diminuem e fluem alternadamente,
Esses são meus segredos, eles pertencem a mim.
Eu sou a Mulher Eterna — Eu sou Ela
As marés das almas de todos os homens pertencem a mim.
As marés que fluem e diminuem e fluem novamente;
As marés secretas e silenciosas que governam os homens;
Esses são meus segredos, eles pertencem a mim.
Fora de minhas mãos, ele enfrenta o seu destino;
O toque das minhas mãos traz serenidade —
Essas são as marés da lua, elas pertencem a mim.
Ísis no Paraíso, na terra, Perséfone,
Diana na lua e Hécate,
Ísis velada, Afrodite no mar,
Tudo isso sou eu e essas coisas são vistas em mim.
A alta lua cheia brilha claramente no meio do céu;
Eu ouço as palavras de invocação, ouço e apareço...
Shaddai el Chai e Rhea, Binah, Ge,
Eu venho para o sacerdote que me chamou.


Depois, cada um agradeceu a Aset por suas bênçãos nas nossas vidas e fomos acendendo uma vela (branca ou azul clara) ao agradecer. Então fizemos barquinhos com aquelas velinhas pequenas de aniversário, pregando-as em biscoito maizena quadrado. Duas gostas de uma vela maior prenderam a vela bem tranquilo.


Ficamos com medo de o vento atrapalhar os barquinhos, mas dessa vez a maioria deles ficou acesa!





Queremos fazer aquela vela de laranja da próxima vez. Estamos em busca da melhor forma menos poluente pra fazer isso de forma que a vela fique acesa um tempinho no lago...

Depois encerramos com esta pequena oração:

Eu A Saúdo e A exalto, Senhora Aset,
Ao fim deste rito.
Que minhas ações sejam sempre corretas,
E que as palavras por mim proferidas sejam sempre verdadeiras.
Retire de mim tudo o que me prejudica,
Trazendo para minha vida sempre muito Amor, Saúde e Prosperidade.
Que a cada dia eu seja uma pessoa melhor e mais feliz.
Que a cada dia sejamos mais próximas.
Que a cada dia eu a ouça e compreenda melhor.
Que a cada dia eu possa servi-la melhor.
Eu A saúdo, Deusa dos caminhos estrelados.
Eu A saúdo, Deusa da Profunda Escuridão,
Eu A saúdo, Deusa do Sol brilhante.
Esteja comigo, trazendo suas bênçãos e proteção.
Abençoada seja.

domingo, 11 de maio de 2014

Para Aset, um Navio

Este é um presente que sua sacerdotisa traz diante de Aset, Senhora do Barco, Divina Navegadora que guia todos os barcos: uma oferenda de invocação de um barco.

O Barco Noturno de Aset navega no azul infitino de Nun. Águas escuras batem em um ritmo lento contra seu casco. Ela é feita de estrelas e segue pela Eternidade.

O Amanhecer chega. Estrelas são obliteradas nos raios ambarados da Deusa que atravessa o céu. Sua alegre, dourada face se ergue entre os montes ao leste. O Barco da Noite se torna o Barco da Manhã.

No suave sopro da aurora, viemos trazendo oferendas. Um barco pequeno e perfeito de acácia cobeto com ouro batido. No deck, temos cornalinas vermelhas encravadas em nós mágicos, grãos de trigo, leite doce e branco em vasos de alabastro e cerveja escura em jarras. Magia e alimento e fogo para a Senhora do Barco!

Colocamos o pequeno barco nas águas e lançamos nosso barco a Ela. Nosso sopro preenche sua navegação e o carrega pela corrente do rio. Oramos para que o fluxo dos Amados carregue nossas overendas para a Senhora, esperando.

Ouça, Aset, as palavras do Barco: "Eu sou oferecido a Isis como uma imagem de seu movimento contínuo. Ela toca tudo, vê tudo, é tudo. Eu A carrego. Eu sou Sua carruagem, Seu trono, Seu vaso. Eu contenho Seu coração. Eu sou Aquele que não é inerte. Eu sou o barco de Isis."

A você, Aset, eu ofereço este barco e todas as coisas belas e puras.

(Fonte: Offerings to Isis - M. Isidora Forrest)

Aset, minha Mãe, hoje eu ofereço a você meus agradecimentos por me guiar sempre. Seu barco é o que me leva pelos caminhos que devo seguir. Receba esta oferenda com meu Amor e devoção a Você.

En Aset het nebet nofret wabet.


sexta-feira, 18 de abril de 2014

Isis Oracle

Aqui estou eu, depois de mais de dois meses... peço desculpas!
Tenho planos legais para posts, mas acabo esquecendo com tanta coisa pra pensar, hihi!

Mas enfim, hoje vou falar da minha nova aquisição:

Isis Oracle - Alana Fairchild

Essa coisa fofa é mais do que um Oráculo, na verdade: ele é um trabalho mágico. Vem com um livrinho explicando os significados de cada carta e um pequeno ritual pra vc fazer com a carta.

As imagens são LINDAS! Sério, sem noção de maravilhosas! Vou até colocar algumas aqui pra vcs verem que eu não tô mentindo...




Achei na Amazon e no Book Depository (que tem a vantagem de ser frete grátis para o mundo todo). Não é caro, então aproveitem! =)

Bom, eu comecei a trabalhar com essas cartinhas há pouco tempo (obrigada pela dica, Naelyan!). Chamo Aset pela invocação fofa q tem no início do livro e sorteio a carta que vai me acompanhar por uma semana. A energia é super gostosa de se trabalhar.

Ponto que pode ser negativo pra alguns: só tem em inglês! Mas para aqueles que têm facilidade com a língua, vale muito à pena! Aliás, vale muuuito a pena aprender inglês pra poder ter acesso a um monte de livros legais, não só sobre Aset, mas muita coisa de Magia que ainda não foi traduzida...

Bom, então é isso!

Vou fazer um esqueminha pra poder postar aqui com mais frequência!

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Oração de Cura

Nossa, há quanto tempo eu não posto aqui, né?

Bom, estava fuçando o Ask.fm alheio e lembrei que tenho um feitiço de cura que usei para curar o câncer do meu avô muitos anos atrás. Ele foi adaptado de um feitiço que tem no livro Os Mistérios de Isis, da Detraci Regula, do qual eu já falei aqui:




[Nome da pessoa],
Livre é você, que é liberto por Ísis.
Que Isis o cure como curou seu filho Hórus
De todas as dores que seu irmão Seth lhe causou
Quando assassinou seu pai Osíris.
Isis, grande Maga,
Liberte-o das mágoas que prejudicam sua saúde
Liberte-o de quaisquer encantamentos e energias enviados contra ele
Liberte-o da raiva e do rancor
Para que ele possa recuperar plenamente sua saúde.
Oh! Isis! Grande em seus encantamentos, cure-o,
Salve-o de todas as doenças que o afligem,
Como salvou e curou seu filho Hórus
Oh, Rá, Que falou através de Seu corpo,
Oh, Osíris, que reza pela Sua manifestação.
Que ele tenha sua saúde completamente restaurada
E que o fogo de Sekhmet transmute a energia estagnada
Para o benefício pleno de [nome da pessoa]
Que assim seja e assim se faça!




Isis, gloriosa Deusa,
Aquela que possui as asas que curam,
Mãe do Mundo, Aquela que Cura as Feridas,
Aquela que Quebra as Correntes da Dor,
Você, que segura o mundo na palma de sua mão,
Cure através de mim, cure através de mim,
Cure por mim, cure para mim
Toda a Glória a você, Sagrada Isis!